Arquivo da categoria: Exposições

¨Meditação sobre a Biodiversidade¨

A exposição ¨Meditação sobre a Biodiversidade¨ aberta em 14 de Junho de 2012 no Conselho Regional de Contabilidade do estado de SP,CRC de SP.

A arte de Carla Prates parece, num primeiroimpacto, quase uma evasão. Entretanto é complexa tanto na forma quanto no conteúdo, no sentido que não somente se revela plenamente, mas transparece também que sua pintura possui em si mesma um fascínio misterioso, quase inexplicável, que nos envolve totalmente.Percorrendo os seus caminhos de biodiversidade temos como resultado uma série infinita de sensações que exercem sobre nós uma forte atração. Suas paisagens da natureza brasileira parecem sair de sonhos e assumem pleno significado por meio da luminosidade que filtra de suas obra, uma luminosidade que se irradia e explode do próprio interior do quadro.Descobrindo o encanto de uma natureza compacta com sua mágica e sutil luminosidade, Carla Prates confere a suas obras um arguto sabor de nostalgia que recoloca perfeitamente em sintonia o ser humano. Trata-se de um olhar novo que devemos aprender a cada dia. Sua pintura é feita para uma séria reflexão e torna-se um trampolim para a meditação.Nascida de sucessivas descobertas espaciais, plásticas e cromáticas, sua pintura consegue ser um veículo coloquial com a natureza, pela harmonia dos planos e a musicalidade dos tons. As obras de Carla Prates conseguem nos devolver a terra, os seres, as aves, o céu e as estações do ano em toda a lírica sugestão de seus eternos aspectos poéticos.

Emanuel von Lauenstein MassaraniCrítico de Arte e presidente do IPH – Instituto de Recuperação do Patrimônio Histórico no Estado de São Paulo

Visitação de 14 de Junho de 2012 a 06 de Julho de 2012

O evento contou também com a apresentação do coral ¨Em Canto¨.

 

 

 

Palmeiras no ECP tela em pintura acrílica

A tela Palmeiras no ECP, Imperiais centenárias aprecie
Palmeiras Imperiais percorrem um corredor onde 170.000 m², dos quais 80.000 m² são constituídos de jardins e alamedas e 52.000 m² ocupados por quadras esportivas – entre elas, 24 de tênis. Os prédios, sejam eles de lazer, de esporte ou administrativos, ocupam o restante da área. Isso torna o Clube uma ilha de natureza incrustada na cobiçada região da Avenida Brigadeiro Faria Lima.

É neste cenário que Imperiais centenárias com

80cm por 80cm trabalhada em acrílico compõe  série Cocos Nuciferas destinada ao Esporte Clube Pinheiros como doação em 2010.

 

Esporte Clube Pinheiros – tradição e modernidade

Comemorando 111 anos de existência, o Esporte Clube Pinheiros é o maior clube poliesportivo da América Latina. Instituição sem fins lucrativos, o Pinheiros tem como finalidade principal oferecer serviços de lazer, cultura e esporte para os seus 36.600 associados (base agosto/2009), uma população equivalente à de muitas cidades. Com uma movimentação de aproximadamente 6 mil pessoas por dia, das 6 à meia-noite, o Pinheiros oferece uma grande diversidade de serviços e uma das mais completas infra-estruturas de esporte e lazer.

Missão:
Atender às necessidades e expectativas dos associados quanto às atividades esportivas, culturais, sociais e de serviços.
Visão:
Ser o local em que o associado tenha seus anseios atendidos
Valores:
Respeitar o interesse da coletividade. Zelar pela convivência familiar, principalmente, dos idosos e das crianças. Atender aos portadores de necessidades especiais.
Atuar com transparência e ética em todos os seus atos. Ter pleno respeito ao estatuto, aos regulamentos e processos internos do Clube, por parte dos conselheiros, executivos, associados, funcionários e atletas. Honrar a história e tradição do Clube, contribuindo para o fortalecimento de nossa imagem institucional. Atuar com responsabilidade sócio-ambiental. Atuar sem vínculos políticos partidários. Atuar respeitando os preceitos de segurança, saúde do trabalho e melhores práticas para a execução das atividades.

 

 

Localizado em uma das regiões mais importantes da capital paulista, o Pinheiros mantém uma área de 170.000 m², dos quais 80.000 m² são constituídos de jardins e alamedas e 52.000 m² ocupados por quadras esportivas – entre elas, 24 de tênis. Os prédios, sejam eles de lazer, de esporte ou administrativos, ocupam o restante da área. Isso torna o Clube uma ilha de natureza incrustada na cobiçada região da Avenida Brigadeiro Faria Lima.